Brauner Caju (perdido)

Description:

Muito magro, com grandes cabelos desgranhos e uma barba que faria inveja a um anão se não fosse pelo estado deplorável em que se encontra. Vestido com retalhos de tecido e pedaços de armadura que conseguiu encontrar, além de alguns pertences ele encontrou, armas em péssimo estado e um estranho istrumento musical que ele recebeu das harpias para que ele pudesse cantar para elas, que chamou de craviola porque achou que a palavra soava bem.

Sua aparência é reflexo da sua estrutura psicológica, os muitos anos no cárcere afetaram profundamente a mente de Brauner. Seguidamente ele é encontrado falando sozinho, ele também é assustadiço podendo abandonar o grupo em qualquer circunstância em que ele se sinta em risco de vida.

Mas o pior traço que podemos encontrar em Brauner Caju é a sua cantoria. Torturado pelas harpias Brauner emite cantos muito parecidos com as das suas antigas mestras, conseguindo efeitos devastadores com sua música. Fazendo os fracos de coração fugirem ante a sua performance musical, e mesmo aqueles considerados fortes, muitas vezes acabam fugindo da cantoria de Brauner.

Bio:

Como muitos que se encontram na aurora da fase adulta, Brauner Caju decidiu que iria explorar as maravilhas que o vasto Reinado apresentava. Juntamente com um grupo de amigos decidiu começar suas aventuras explorando a velha torre do mago Tolian, desaparecido por incontáveis gerações, tantas quantas as lendas do seu desaparecimentos repetiam a história. A torre fora saqueada diversas vezes por grupos de aventureiros em busca de tesouros e apesar de tantos outros grupos de exploradores terem nunca mais retornado do local Brauner e seu grupo acreditavam que a velha torre não os oferecia muitos perigos.

Mas eles estavam enganados… perdidos pelos corredores místico do lugar, um a um os amigos de Brauner foram morrendo até que finalmente sozinho foi capturado por terríveis harpias que habitavam a torre.

Ele fora torturado e obrigado a cantar para o entretenimento delas durante muito tempo. Até que outro grupo de aventureiros o encontrou na torre e o libertou, como agradecimento Brauner ofereceu seus parcos serviços para ajudar o grupo que também se encontrava perdido na torre. Mais uma vez Brauner testemunhou a morte de seus colegas perante aquela torre maldita, apavorado ele fugiu…

Assim durante muitos anos Brauner apenas vagou pela torre, perdido, sobrevivendo dos parcos recursos que ele encontrava. Até que finalmente ele encontrou um grupo forte e preparado o suficiente para enfrentar a torre e poder livra-lo daquele lugar amaldiçoado.

Hoje Brauner se encontra junto com o grupo de aventureiros que o libertou iniciando o desbravamento de um mundo totalmente novo para ele… Arton.

Brauner Caju (perdido)

TORMENTA Peregrino